Política

Bolsonaro, hostilizado em sessão, responde: “nos veremos em 2022”

Comentários (0)

Deixe uma resposta

<